Informação do Produto

O composto produzido na Central de Digestão Anaeróbia (CDA) da Abrunheira é designado por Campoverde Premium e é classificado como um “corretivo composto” de acordo com o Anexo I do Decreto-Lei n.º 103/2015, de 15 de Junho. Tem maioritariamente origem na fracção orgânica, obtida após tratamento mecânico, de resíduos urbanos indiferenciados. De acordo com as características do composto obtido, este insere-se na Classe IIA .

A legislação em vigor, prevê que a utilização da matéria fertilizante obtida esteja condicionada à sua classe, pelo que o corretivo composto Campoverde Premium poderá ser aplicado em “culturas agrícolas arbóreas e arbustivas, nomeadamente pomares, olivais e vinhas e espécies silvícolas”.

Os ensaios de campo e em vaso efectuados para testar a resposta das culturas à aplicação do Campoverde Premium, permitiram concluir que o produto:

  • Não revela qualquer efeito fitotóxico
  • Promove um aumento significativo na produção de biomassa.

Efeitos da aplicação do “CAMPOVERDE Premium” nos solos

A aplicação do produto designado de Campoverde Premium tem como principal efeito o aumento do teor de matéria orgânica presente nos solos. A matéria orgânica exerce uma acção benéfica no solo no que se refere ao aumento de:

  • FERTILIDADE QUÍMICA DO SOLO
  • FERTILIDADE FISÍCA DO SOLO
  • FERTILIDADE BIOLÓGICA DO SOLO




As imagens apresentadas correspondem aos ensaios de campo efectuados com o composto Campoverde Premium nas cultura da Vinha e do Milho.

Modo de Aplicação

A quantidade de matéria fertilizante a aplicar ao solo anualmente é definida de acordo com a sua classificação. Neste sentido e enquadrando-se o correctivo composto Campoverde Premium na classe IIA, a quantidade máxima (reportada a matéria seca) a aplicar ao solo anualmente é de 10t/ha.
A quantidade de Campoverde Premium a aplicar ao solo não depende somente das características deste produto, mas também das características do solo, pelo que a sua aplicação só deve ser efectuada após prévio conhecimento do pH, do teor de matéria orgânica e do teor de metais pesados do solo a que se destina, não podendo ser utilizado em solos cuja concentração em metais pesados ultrapasse os valores limite indicados na tabela.

VMA do Solo

Elementos (mg/kg) 5 <= pH < 6 6 <= pH < 7 pH >= 7
Cádmio 0.5 1 1.5
Chumbo 50 70 100
Cobre 20 50 100
Crómio 30 60 100
Mercúro 0.1 0.5 1
Níquel 15 50 70
Zinco 60 150 200

A aplicação do produto em função do tipo de cultura pode ser feita:
Através do seu espalhamento uniforme por todo o terreno seguido de incorporação
À superfície do solo (efeito “mulch”) e só mais tarde ser incorporado ou de forma localizada.

No caso de proceder à sua aplicação de forma localizada será necessário proceder à conversão da quantidade recomendada a aplicar por hectare para a quantidade a aplicar na área correspondente. Assim, se por exemplo a quantidade de produto recomendada for de 10t/ha e a aplicação for feita em faixas ou bandas com uma área equivalente a 1/3 da área total, a quantidade a aplicar deverá ser 1/3, ou seja, 3,3(3)t.

O “composto orgânico” “Campoverde Premium” produzido pela TRATOLIXO possui autorização de colocação no mercado emitida ao abrigo da Portaria n.º 1322/2006, de 24 de Novembro válida até 11 de Novembro de 2018.

Autorização de Colocação no Mercado da Matéria Fertilizante CAMPOVERDE PREMIUM (Inicial)
Autorização de Colocação no Mercado da Matéria Fertilizante CAMPOVERDE PREMIUM (Prorrogação)